quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Extremismo? Fanatismo? Saúde!

Não consigo ficar indiferente aos últimos ataques que foram feitos à comunidade Paleo Portuguesa ( se é que posso chamar assim). Não vou escrever de forma muito complexa nem com peneirices, quero que TODA a gente entenda o que escrevo. Bem informal, bem simple e bem "saloio" com muito gosto! 

Afinal, qual é a dúvida?!

Apoiamos uma alimentação sem processados, sem açúcares e farinhas refinadas, sem químicos. Defendemos o consumo de carne e ovos de produção extensiva, preferencialmente biológicos. Peixe selvagem. Pratos com muito verde ( sim, pasme-se não levamos o dia a comer carne à bruta). Legumes, tubérculos, fruta, preferencialmente da época ( porque a natureza é sábia) e biológicos. Sementes, frutos secos e boas gorduras como o azeite extra virgem. O que tem isto de errado?! 

Chama-se Paleo podia muito bem chamar-se "Deixa de ser parvo e come limpo!" o nome não interessa, esqueçam os rótulos!

Querem continuar a viver entupidos em medicamentos, à mercê dos interesses da industria farmacêutica e dos seus fantoches?! A ler textinhos de putos recém-formados, putos mimados, putos rudes e mal educados, putos com o ego inflamado, putos que não sabem pensar fora da caixa e que não mostram o mínimo de respeito por quem quer que seja, nem sequer pelos próprios colegas? Força! Façam bom proveito e entupam-se de medicamentos!

A minha saúde até há cerca de 3 anos atrás era er.. hum... uma valente porcaria lol ( estou-me a rir mas na verdade, dizer isto é até bastante triste). Enxaquecas, tinha enxaquecas horríveis desde os 9 anos. Fibromialgia diagnosticada aos 22 anos, tinha dias em que acordava e sentia-me como se o meu corpo fosse uma nodoa negra gigante. Cáries, sempre tive cáries desde que me lembro. Cansaço, estados depressivos, um sistema imunitário que muito deixava a desejar. Um intestino super preguiçoso que me levava a consumir caixas e caixas de Dulcolax. Enfim, a lista continuava até amanhã, mas de modo resumido: tinha maleitas para dar e vender! Lol 
Ia ao médico e? Trazia uma lista enorme de medicamentos! Encontrar soluções? Nah isso não dá lucro! Há que tapar o sol com a peneira, ir remendando. Ninguém procura a origem do problema, apenas o "tapam" com mais quimicos!

De há 3 anos para cá, alterei consideravelmente o meu estilo de vida e alimentação e... nunca mais fiquei doente,nem sequer uma constipaçãozinha! Parece incrível, mas é a mais pura verdade! Cáries? Nunca mais tive! Intestino? Virou relógio! A fibromialgia? Só muuuuuito ocasionalmente dá "sinal de vida" mas sei que é por questões relacionadas com stress/ansiedade e em nada se compara com o que sentia antes. Enxaquecas idem, só muito raramente surgem e directamente relacionadas com eventos que me deixam nervosa/preocupada/ etc.

Com a Paleo, consegui optimizar a minha Saúde e tento fazer o mesmo com o meu filho, um miúdo super saudável, com 28 meses. Até hoje, o máximo que tomou foi ben-u-ron, uma vez ou duas. Sim claro, a amamentação também tem tido peso nisso, bem como o facto de ainda não frequentar um "infectário" (sobre isso falarei noutro dia), mas acredito que o que come, bem como o que NÃO come, tem sido muito importante para o seu desenvolvimento a todos os níveis (motor, cognitivo etc).

Para mim, o mais grave nem é o gluten ou os lacticínios( e lamento se isto choca os Paleo mais puritanos -  atenção que também não como nada disso)! Eu até já referi várias vezes que o meu filho come lacticínios bio e que ocasionalmente come pão de espelta ou pão caseiro alentejano e kamut. Isso não me incomoda! Consumimos ocasionalmente, aveia germinada, quinoa, millet, grão, feijão, ervilhas, favas, lentilhas e arroz biológico cá em casa, isso também não me incomoda!
Incomodam-me sim os produtos processados, carregados de químicos potencialmente cancerígenas e a quantidade absurda de açúcar com que entopem os miúdos DIARIAMENTE! Incomoda-me sim que muito profissionais de saúde ainda não percebam a importância do leite materno e continuem a sabotar a saúde das crianças mal nascem! Incomoda-me a ignorância, a prepotência, a falta de capacidade de pensar fora da caixa! Incomoda-me que em vez de encontrarem soluções apenas ataquem quem tenta fazer melhor, quem luta por uma vida mais saudável. Incomoda-me que não tenham humildade para ver o que está mesmo à frente dos vossos olhos!

Não são extremismos, não são fanatismos! Trata-se simplesmente de deixar de seguir cegamente quem na verdade não se preocupa minimamente com a nossa saúde mas sim com os lucros que a falta dela pode trazer! 

Jurar que "Exercerei a minha arte com consciência e dignidade." e que "A Saúde do meu Doente será a minha primeira preocupação." e depois fazer exactamente o oposto é no mínimo irónico... e por falar em Hipócrates... deixo-vos com esta frase 

"Que o teu alimento seja o teu remédio e o que o teu remédio seja o teu alimento." Hipócrates  





Ps: e se querem mesmo escrever sobre a Paleo pelo menos informem-se de forma correcta!









Popular Posts